Sobre comida, cinema e Tarantino
   Alessandra  Vieira  │     2 de setembro de 2015   │     10:57  │  2

Sempre fui apaixonada por filmes cujo enredo gira em torno da comida, do ato de cozinhar, da mesa, da cozinha. Clássicos como Tomates verdes fritos, Julie & Julia ou Como água para chocolate. Até Ratatouille está na minha lista. Mas há aqueles filmes em que a temática não é a atriz principal, mas uma coadjuvante de peso. E é aqui que entra Tarantino, um dos mais talentosos diretores do cinema contemporâneo. Foi ele que nos presenteou com algumas das cenas mais memoráveis com comida da história do cinema. Através de uma interação com os alimentos para esticar uma cena, dar uma pausa cômica para uma conversa difícil, ou dar um tom realista para uma situação selvagem, em seus filmes o alimento se torna uma metáfora para a forma como as pessoas exercem o poder. E durante essas cenas até nossa respiração dá uma pausa.

Percebendo o amor de Tarantino pelos hambúrgueres, os grandes cafés da manhã com ovos e bacon, cafés nos jantares e muita comida gordurosa, resolvi (com uma ajuda do hellofood) publicar as oito melhores cenas envolvendo comidas nos filmes do diretor. Leia e assista as cenas clicando nos links.

 

O KAHUNA BURGER, DO “PULP FICTION: TEMPO DE VIOLÊNCIA”

www.youtube.com/watch?v=dBP0Mbc7VFw&feature=youtu.be

thekahunaburger-grande

A Cena:

Tarantino inventou o Big Kahuna junto com “Cães de alugueu” (em uma das cenas um copo de refrigerante do fast food aparece no cenário da cadeia). Em “Pulp fiction”, ele é usado como um instrumento de tortura intimidador, indicando o poder de Jules (Samuel L- Jackson) que é um homem completamente dominante. Uma grande cena ilustra isso – antes de uma ação violenta – quando o personagem pega um pedaço do hambúrguer.

A frase:

Jules: Hmmmmm… Esse é muito gostoso! Vincent, já comeu um hambúrguer Big Kahuna?

 

O STRUDEL, DE BASTARDOS INGLÓRIOS

www.youtube.com/watch?v=EnENQVoi-oo&feature=youtu.be

shosanna_looks_at_her_strudel

A cena:

Shoshanna (Melanie Laurent) fica frente a frente com o Coronel Hans Landa (Christoph Waltz) novamente, que pede strudel de maçã para os dois e um café expresso para ele, aparentemente insinuando que ele sabe quem ela é. Ele pede um copo de leite para Shoshanna. O medo e o nojo de Shoshanna dominam a cena, que gira a doceria em um símbolo de poder horripilante. Há uma insistência ousada, tanto de Landa quanto de Tarantino, e nós apreciamos esta sobremesa deliciosa no meio deste climão.

A frase:

Coronel Hans Landa: Espere o creme.

 

O CEREAL, EM “KILL BILL VOL.1”

www.youtube.com/watch?v=_Mk_f75TS1A

kaboom_killbill_01_big

A cena:

Kill Bill” começa com uma velha metáfora – “Vingança é um prato que se come frio” – e lá vêm os momentos de comida. Na primeira vingança vemos a personagem principal Beatrix Kiddo (Uma Thurman) encarando a suposta assassina Vernita Green (Vivica A. Fox), que está esperando sua filha voltar da escola. Vernita tenta atirar na Beatrix com uma arma escondida em uma caixa de Kaboom (um cereal matinal), mas erra o tiro. Beatrix desvia e mostra suas habilidades com a faca de 8 polegadas acertando sua inimiga, deixando claro quem manda na cozinha.

A frase:

Beatrix Kiddo: Sua mãe sabia que isso ia acontecer

 

O SANDUICHE, “KILL BILL VOL.2”

www.youtube.com/watch?v=ldEh0cyGVm4

Screen Shot 2015-08-13 at 19.17.19

A cena:

Beatrix (Uma Thurman) finalmente rastreia Bill (David Carradine) e logo antes da batalha final ele conta a história do peixinho dourado B.B’s enquanto faz sanduíches com uma faca bem grande. Do mesmo jeito que acontece com grande parte da comida que Tarantino usa em seus filmes, o ato da preparação para comer deixa a cena com mais tensão para ser seguida por outra com violência. Nessa parte já sabemos que Beatrix e Bill provavelmente vão se matar, mas os sanduíches entram como grandes responsáveis por proporcionar um delicioso delay de suspense.

A frase:

Bill: “Outro dia, nossa garotinha aprendeu sobre a vida e a morte”

 

O BOLO BRANCO, EM “DJANGO UNCHAINED”

www.youtube.com/watch?v=kD67xphB5Yw

Captura-de-Tela-2013-01-28-às-11.11.44-584x279

A cena:

Calvin Candie (Leonardo DiCaprio), com seus dentes encavalados e sujos, está sempre tentando entregar algum doce durante todo o filme (inclusive, o comportamento foi retirado de hábitos reais de DiCaprio). Um momento crucial na história é a cena de 23 minutos de jantar com o bolo branco sendo a última refeição do Candie antes de ser baleado por Schultz (Christoph Waltz). O bolo cria um desses momentos hilários que Tarantino faz tão bem. Clavin insiste para que eles comam o bolo e quando Schultz atira ele diz: “eu não consegui me ajudar”; “eu não pude me conter”

A frase:

Calvin: “Agora, senhores, se vocês não se importam, juntem-se a mim na sala de estar, onde serviremos bolo branco”

 

A CENA DO JANTAR, EM “CÃES DE ALUGUEL”

www.youtube.com/watch?v=J782jBp_pW0&feature=youtu.be

reservoir-dogs-dining-scene

A Cena:

No primeiro filme de Tarantino a primeira cena é um jantar de manhã no qual podemos ver um monte de bandidos do mesmo naipe com gravatas finas. Eles estão acabando uma refeição e debatem sobre o significado da música “Like a virgin”, de Madonna e vários pontos de vista sobre o assunto são discutidos. Tarantino mais uma vez usa uma cena de refeição por muito tempo com conversas sobrepostas aparantemente irrelevantes para o enredo mas, imprecindível para a introdução do personagem.

A frase:

Nice Guy Eddie: Você não dá gorjeta?

Mr. Pink: Não, eu não acredito nisso.

 

NACHOS, EM “A PROVA DE MORTE”

www.youtube.com/watch?v=0Hnc72zrH4A

mike

A cena:

Sentados em um bar em Austin, somos apresentados a Stuntman Mike (Kurt Russell) com uma longa cena de um gráfico horripilante, música alta, barulho crocante e dedos engordurados. Ele conhece seu primeiro grupo de vítimas enquanto está sentado no bar sozinho comendo seus nachos esperando pacientemente por um encontro que parece ocorrer por acidente.

A frase:

Stuntman Mike: “Mulheres, travessas grande de nacho, a parceria individual fascinante por aqui, como se Warren estivesse aqui. O álcool é apenas uma ajuda por aqui para todos os encontros que um bar pode oferecer”.

 

O SCREWDRIVER (DRINK), EM “JACKIE BROWN”

www.youtube.com/watch?v=3FsONWFwimM

samuell-screwdriver-dqem

A cena:

Nós vemos Ordell (Samuel L. Jackson) tomando o drink “screwdriver” e a encenação de Tarantino faz com que a gente queira também tomar o suco de laranja com vodka. Ele é um traficante de armas que faz lavagem de dinheiro e, por isso a chave de fenda (a origem do screwdriver é incerta. Em alguns lugares é possível encontrar a bebida como uma invenção dos aviadores americanos, já em outros como um drink ogro dos engenheiros de Istambul que usavam uma chave de fenda para misturar a vodka e o suco de laranja) se encaixa perfeitamente em seu personagem, simbolizando a arma da mentira que ele sempre usa para enganar, assassinar e ocultar seus verdadeiros motivos.

A frase:

Ordell: Me dê uma dessas chaves de fenda.

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Berguinho Freitas

    Muito, mas muito bom mesmo!!!!! Não conhecia seu blog e de agora em diante já tem uma pessoa que te acompanhará com certeza!!!! Parabéns! Q. Tarantino é sem dúvida o diretor mais ousado que figura em Hollywood, onde temos outros legais que sempre querem figurar na ficção!
    Mas aqui você falou de “sabores”!! E foi muito arretado!! Faz um assim do Dr. Lectar Hannibal! No cinema e na TV! Ele sem dúvida, respeita e valoriza os sabores! Independente de onde venham claro! Mas ele é…… sabe né ……Rrsrsrrs

    Reply
    1. Alessandra Vieira Post author

      Verdade, sem dúvidas o Dr. Hannibal sabe mesmo o que é degustar um bom “mal passado”. Obrigada por conhecer meu blog e pelo comentário. Seja sempre bem vindo! Abraços

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *