Café Manollo: sabor do outro lado do Oceano em Maceió
   Alessandra  Vieira  │     21 de janeiro de 2017   │     8:41  │  0

Manollo-web

Após formar-se em gastronomia na Escuela de Hosteleria Hofmann, em Barcelona, ele trouxe os sabores do outro lado do oceano para Maceió e há um mês oferece em seu Café pratos rústicos com base na cozinha mediterrânea. Manoel Araújo assumiu o cognome Manollo e a missão de oferecer a quem o visita em sua intimista e aconchegante casa situada no bairro Farol, uma experiência inesquecível.

Café Manollo-web

Tudo começa ainda na rua quando se avista a fachada de tijolo batido da casinha centenária onde permanecem preservadas características da arquitetura original. A jardineira com flores coloridas, o lampião, o traço bucólico dos detalhes te recebem com um charmoso “seja bem vinda”! Ao entrar, uma estante repleta de objetos pessoais do proprietário, que ganhou o simpático nome de “cantinho da saudade”, revela que ali você pode se sentir em casa. Aliás, itens antigos da sua coleção particular decoram todo o lugar que é dividido em vários ambientes – internos e externo. São máquinas fotográficas antigas, balanças de feira, presentes ofertados por pessoas queridas.

estante-web

Mas é nos fundos da casa, numa área ao ar livre, rodeada por árvores, plantas, ervas, céu e brisa, o cantinho predileto dos visitantes. Na verdade, a parte de trás do Café Manollo é mesmo um mirante gastronômico de onde é possível avistar parte da orla – da Praia da Avenida a Jaraguá e há quem consiga até ver um pedacinho da Pajuçara.

berinjela-web

Então é agora que começa a viagem que obrigatoriamente deve ser iniciada pelas lâminas de berinjela crocantes servidas com mel de engenho e flor de sal. Cortadas bem fininhas, as fatias fritas são bem sequinhas, crocantes, como chips de sabor agridoce. Bem diferentes, além de saudáveis. Ah, a dica é que sejam comidas com a mão mesmo. É assim como os espanhóis comem.

pan con tomate-web

O pan con tomate talvez seja um dos petiscos mais saborosos que você haverá de provar na vida. Simples e delicioso. A receita tradicional da Catalunha, na Espanha, indica que se deve esfregar alho e tomate numa fatia generosa de pão rústico quentinho. Como aqui não temos o pão daquela consistência, chef Manollo decidiu picar os tomates bem picadinhos e colocá-los com toda delicadeza em torradas de pão com azeite e sal grosso. Acompanha fatias de jamón (presunto cru ibérico feito com o pernil traseiro de um porco chamado pata negra, animal típico da Espanha que só come capim e amêndoas do carvalho e vive solto no campo).

Ceviche-web

O ceviche do Café Manollo é feito com salmão marinado em molho cítrico de limão siciliano e lima da pérsia. Especial.

mar negro-web

Mar Negro é uma das entradas mais sensacionais e visualmente atraentes que eu já degustei. Feijão preto batido bem temperado e camarões refogados, decorado com cebolinhas picadinhas e pimenta biquinho. Me remete aos sabores da culinária tradicional da nossa Semana Santa. Reinventada, é claro.

carne-web

Entrecot de Toro traz um corte de bife alto com torradas e batatas assadas coradas acompanhados de um molho camponês. Sem dúvida, meu prato predileto do chef Manollo. O bife tem sabor por inteiro, não só na superfície como é comum em cortes dessa altura. As batatas são crocantes por fora e macias por dentro.

máqina fotográfica-web

Por hora, o passeio fica por aqui. Prometo voltar ao Café Manollo para provar outras delícias do seu cardápio e contar tudo. Ou quem sabe vocês mesmos me contam quando forem lá.

balança-web

MENU

Café Manollo

Av. Aristeu de Andrade, n° 546, Farol Maceió-Alagoas

(82) 3027-1546

Aberto a partir das 19h

Aceita todos os cartões

 

Tags:, ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *