Monthly Archives: dezembro 2017

Réveillon leve, colorido e exótico
   Alessandra  Vieira  │     30 de dezembro de 2017   │     9:43  │  0

A chegada de 2018 será comemorada com uma diversidade de sabores. Ao menos aos que forem festejar a vinda do novo ano no Réveillon Celebration. A festa terá a presença de gente de peso no comando da cozinha, um deles é Éder Marinho, chef alagoano que vive na Nova Zelândia há 10 anos e que levará a culinária da Oceania para o Lounge Premium do evento.

Summer rolls e mini eggs Benedict – preparações leves, saborosas, coloridas e exóticas – foram apresentados na última terça-feira a um grupo de influenciadores, durante degustação temperada com um delicioso bate-papo regado a espumante e simpatia.

Em um formato finger food, as duas propostas são originais, criativas e cheias de personalidade. Os summer rolls (rolinhos de verão) são cobertos por papel de arroz, na verdade, uma releitura do rolinho vietnamita – receita típica e muito tradicional do Vietnã. Refrescantes e pouco calóricos, aqui os rolinhos ganharam recheios de queijo coalho e calabresa, “pra ficarem mais a cara do Nordeste brasileiro”, explica Éder. Além disso, os rolinhos são uma pedida supersaudável, com recheios acompanhados com mix de folhas e uma variedade de legumes – como cenouras e pepinos – crus e temperados.

Os mini eggs Benedict são uma versão light e reduzida do tradicional prato servido na Nova Zelândia. Na releitura do chef alagoano, a preparação é servida com ovo de codorna, uma fatia crocante de bacon e uma base de gratin dauphinois (batatas gratinadas). Por cima uma porção generosa de molho holandês do chef. “O prato é servido tradicionalmente no café da manhã ou no almoço, e a base é o pão english muffin, e são usados dois ovos poché. Para esta versão, minha equipe e eu resolvemos fazer algo diferente, sem glúten. Daí nasceu a ideia de fazer a base com a batata”, conta Éder.

Além do bacon, durante a noite da virada, o mini eggs Benedict também será servido com fatias de salmão defumado com madeira de Manuka e ervas maori (plantas utilizadas pelo povo indígena da Nova Zelândia).

A versão sem o english muffin criada pelo chef foi eleita as 10 melhores receitas de eggs Benedict pela revista eletrônica The Denizen Magazine. “Na época, o The Junction Eatery [local em que trabalha] estava em construção e eu trabalhava em testes para o menu de inauguração do bistrô. Ao todo são quatro versões diferentes de premiações que já recebi do mesmo prato”, comenta Éder.

Uma outra versão vai poder ser encontrada em breve, logo após a passagem do réveillon. Ovos Beneditos, uma leitura bem sertaneja do prato cuja base é o nosso cuscuz, serão servidos no restaurante Bodega do Sertão.

Tags:, ,

>Link  

Maria Antonieta: viagem ao terceiro sabor
   Alessandra  Vieira  │     9 de dezembro de 2017   │     9:00  │  0

Breno Gama

No dia 13 de novembro deste ano, fui convidada pela Chef Embaixadora da Gastronomia Alagoana, Silvana Chamusca, para celebrar a escolha de Breno Gama como representante do Nordeste para concorrer à categoria de Chef Embaixador do Brasil no Prêmio Dólmã 2017, o maior prêmio da gastronomia brasileira, cuja premiação será em fevereiro de 2018.

O momento foi de celebração onde também foram apresentadas as chefs Juliana Almeida, Mãe Neide e Manuela Magalhães, candidatas ao prêmio na categoria estadual. Na ocasião – promovida na loja Camicado, do Parque Shoppig  –, o chef ficou com a função de sommelier, harmonizando os pratos criados pelas meninas. Foi aí que Breno Gama disse algo que me remeteu a uma visita que fiz, há algum tempo, ao seu restaurante, o Maria Antonieta. Breno falou o seguinte: que saber harmonizar um prato com o vinho adequado é tão importante que, segundo especialistas que desenvolveram um paladar mais apurado, quando se consegue combinar o vinho certo com o tipo certo de comida, encontra-se o chamado ‘terceiro sabor’. “Que é o sabor da comida bem-feita, gostosa, harmonizada por um bom vinho, na temperatura certa. Então se cria um terceiro sabor, uma terceira sensação. O vinho fica melhor, a comida fica melhor, então esse encontro é o terceiro sabor”, disse.

Pois foi exatamente esse terceiro sabor que vivenciei em sua casa quando lá estive. O Maria Antonieta, alé de ser um ambiente requintado e aconchegante oferece os melhores pratos típicos da cozinha italiana e a viagem ao terceiro sabor é vivenciada facinho-facinho. Quer ver?

Aragosta com Erbi e Pasta Negra: Filé de calda de lagosta grelhada na manteiga de ervas, servida na massa negra com legumes filetados

O Carpaccio de Polvo é a entrada perfeita pra você começar essa viagem

Gamberi Crocante. Camarões empanados crocante recheados com mussarela de búfala servido com risoto de brócolis. Composição perfeita e deliciosa

O restaurante é italiano, mas a alma é totalmente alagoana! Este é o motivo do Camarão Bar das Ostras, receita tradicional da nossa terra, ter entrado no cardápio da casa

Ravioli L’amore

Spaghetti Carbonara: massa com molho a base de pancetta, ovos, queijo pecorino.

pesce del mare: sabor, aroma e tradição

Depois de tudo isso, só mesmo a Pannacota, clássica e deliciosa sobremesa italiana à base de creme de leite e calda de frutas vermelhas

Além de visualmente belo, o Limoncello é uma delícia

>Link  

Em Alagoas, todo dia é dia de Milagres
   Alessandra  Vieira  │     2 de dezembro de 2017   │     11:00  │  2

Mar de São Miguel dos Milagres: em cada recanto sinais de que o Paraíso é ali

Sabe aquela água verde-azulada-cristalina-morninha que emoldura quilômetros de areias brancas – cenário bastante característico nas praias alagoanas? Em São Miguel dos Milagres essa paisagem parece mais intensificada ainda. Atmosfera, brisa, povo hospitaleiro… em cada recanto sinais de que o Paraíso é ali. Com esses atributos, São Miguel dos Milagres, no litoral Norte de Alagoas, se tornou não só um dos mais badalados destinos de réveillon do Brasil, mas também rota gastronômica com o que há de melhor na culinária local.

Prova disso é o Restaurante Receptivo Milagres do Porto, dos simpáticos e acolhedores Kaika e Carla. O casal, sob a consultoria da chef Simone Muniz, conseguiu reunir em um só lugar – mais exatamente na localidade de Porto da Rua – os itens necessários para o visitante se sentir abençoado, grato a São Miguel milagreiro. Conforto, atendimento de excelência, vista única e comida boa, muito boa. Fui conhecer a casa e garanto a vocês: o dia foi um dos mais mágicos e prazerosos que já vivi, a começar pelo passeio de barco às piscinas naturais. Um momento de conexão com a Natureza que guardarei para sempre coroado com uma das experiências gastronômicas das mais surpreendentes. Confira agora minha viagem e salve salve São Miguel!

A viagem começou com o vinagrete de polvo acompanhado de fatias de pão da casa. Você não pode deixar de provar esse prato, é perfeito! Desde a textura do polvo, ao tempero da vinagrete à crocância da casca do pão. Marcante!

O Camarão Porto da Rua é empanado no coco ralado e na farinha de milho. O preparo é exclusivo do Milagres do Porto e o resultado é incrível! A cada mordida a experiência de sentir a capa crocante e depois a carne macia e bem temperada

Casquinha de aratu crocante gratinado com queijo parmesão e farinha de rosca. O aratu é uma espécie de caranguejo e eu ainda não havia provado. Adorei o sabor mais forte e menos adocicado que o da carne do caranguejo.

Camarão empanado ao molho de tomate acompanhado com purê de batatas e arroz. É um camarão a parmegiana e um dos pratos mais pedidos da casa. Bem servido e saborosíssimo

A Lagosta Porto da Rua é a estrela da casa. Vem acompanhada com fatias de pão temperado com chia fabricados na cozinha do restaurante, além de dois molhos especiais. Petisco que já é almoço, perfeita!

Pudim de macaxeira: textura cremosa é mais densa que a do pudim tradicional e bem menos doce.

Drink Milagres do Porto: capim santo, maracujá, abacaxi, gengibre, açúcar e gelo. Não dá pra tomar apenas um. Refrescante e saboroso!

Deliciosa margarita para os não dispensam uma tequila bebida tradicionalmente. Boa pedida!

Pinacolada: abacaxi, creme de coco, rum e sumo do abacaxi. Apresentação exótica reforça a sensação de: “pôxa, estou mesmo no Paraíso, heim!”

Brigada da cozinha do Milagres do Porto: criatividade e profissionalismo

Equipe do salão (vestidos de laranja). Os profissionais do Restaurante Receptivo Milagres do Porto são o verdadeiro segredo do sucesso do casal Kaika e Carla (foto)

Restaurante Receptivo Milagres do Porto: beleza e aconchego

As redes foram colocadas para deixar a estadia ainda mais especial. Se imaginou aí?

 

MENU

Restaurante Receptivo Milagres do Porto

Rua Ana Marinho Braga l Porto da Rua, São Miguel dos Milagres l (82) 99163-8300 l @RestauranteMilagresdoPorto

Tags:, , , , ,

>Link