Tag Archives: cerveja artesanal

Ôxetoberfest, paixão cervejeira nordestina
   Alessandra  Vieira  │     13 de outubro de 2017   │     9:00  │  0

Bruno e Ivana Teles, idealizadores do evento: paixão cervejeira

Festa cervejeira inspirada nas tradicionais oktoberfests alemãs, com o diferencial de ter o sotaque nordestino, a Ôxetoberfest chega a sua segunda edição numa versão ampliada batizada de Circuito Ôxetoberfest, festival cervejeiro/cultural tipicamente alagoano. Composto por cinco eventos – que tiveram início no 30 de setembro e encerram com a grande festa, em 28 de outubro – o circuito acontece todos os sábados, sempre em um local diferente e oferecendo um rótulo diferente de cerveja, todas alagoanas.

Próximo evento do circuito será neste sábado, 14, no DasLagoas Brewpub

O evento do próximo sábado, 14, terá como tema “Jangadeiros Alagoanos” e vai acontecer no DasLagoas Brewpub ( Av. Dr. Antônio Gomes de Barros, 575 – Jatiúca), a partir das 16h. Como atração a Banda Sometime e as cervejas da vez serão as DasLagoas Brew Pub. A entrada é franca.

Hop Bros, um dos rótulos alagoanos que marcam presença na festa do dia 28

Já no dia 21, a Cervejaria Cevada Pura Maceió (que está mudando o nome para Deodora) será a madrinha da vez. Com o tema “Praias do Nordeste”, a festa do circuito acontece no Arri Praia, a partir das 11h, ao som de Herbert Azzul. Aberto ao público.

DasLagoas Brew Pub é a estrela no evento deste sábado, 14

No dia 28, acontecerá a grande festa de encerramento no Espaço Pierre Chalita, na Pajuçara. Com o tema “Paixão Cervejeira e Orgulho Nordestino”, este ano serão mais de 20 rótulos de cervejas de todo o Nordeste, com preços especias, incluindo as alagoanas Hop Bros, Caatinga Rocks (acaba de lançar duas cervejas em homenagem aos times de futebol alagoano CSA e CRB), DasLagoas Brew Pub e Cevada Pura Maceió (Deodora). Destaque também para as presenças da culinária brasileira e alagoana com as participações de alguns dos melhores restaurantes de Maceió como o Divina Gula, Arrí Choperia, SantOrégano, Budega da Macaxeira, tapioca Maria Bonita, Fusion Gril e Pastelaria A Pastella (com valores dos petiscos entre R$ 5, R$10 e R$15). Outro diferencial é a valorização da música regional com a apresentação do forró pé-de-serra de Milla do Acordeon e também o pop rock do Som de Vinil, além de apresentações de folguedos alagoanos. “Nosso objetivo é que o Ôxetoberfest entre no calendário alagoano e que se torne uma atração turística para Alagoas. Queremos que ele cresça de uma forma que, sempre nos meses de outubro, o turista fique na dúvida entre o Oktoberfest, em Blumenau, e a gente. Com a diferença que aqui, depois do Ôxetober, ele pode pegar uma praia. Uma vantagem importante”, comenta Bruno.

Cevada Pura Maceió, que está mudando o nome para Deodoro

MERCADO CERVEJEIRO EM ALAGOAS

Para preparar o evento no ano passado, Bruno teve dificuldade para conseguir rótulos alagoanos. Por aqui, a cultura das cervejas artesanais ainda estava muito no início e foi preciso trazer produtos de vários lugares. “Foi bem difícil, tivemos que trazer cervejas de fora do Estado. Este ano já temos quatro cervejarias alagoanas registradas no Ministério da Agricultura, possibilitando que, a partir de agora, a gente só trabalhe com cervejas registradas, este ano não vai entrar cerveja caseira. Outro diferencial é que este ano só teremos cervejas nordestinas”, afirma.

Então, a ordem é mesmo preparar o chapéu de couro e a roupa de vaqueiro nordestino e ir para o que, certamente, já é a maior festa cervejeira do Nordeste.

Caatinga Rocks foi a madrinha do evento do último dia 7

MENU

Ôxetoberfest (http://www.beermoon.com.br)

28 de outubro, a partir das 14h, mo Espaço Pierre Chalita (Praça Manoel Duarte, 77 – Pajuçara, Maceió)

1º lote: R$45,00

Mais de 20 rótulos de cervejas especiais do Nordeste, com preços também especiais (a partir de R$5 ou chope com 20% a 40% de desconto)

Telefone (82) 98125-2855.

Tags:,

>Link  

Bohemia se inspira em Alagoas para criar nova cerveja artesanal
   Alessandra  Vieira  │     27 de maio de 2015   │     13:02  │  0

bela rosa

A pimenta rosa – extraída da árvore aroeira e cultivada na nossa ribeirinha Piaçabuçu – é o principal ingrediente da Bela Rosa, cerveja da Cervejaria Bohemia. Ela faz parte da nova linha da cervejaria que aposta nas cervejas artesanais, tendência que vem ganhando força no Brasil. Confesso, são as minhas preferidas. As artesanais e a Bohemia também. 

pimenta rosa

A pimenta rosa é extraída da árvore aroeira e cultivada na nossa ribeirinha Piaçabuçu

Além da witbier Bela Rosa, as outras novidades são a Caá-Yari, uma belgian blonde ale com erva-mate e a JabutIPA, uma india pale ale com jabuticaba. Todas combinadas com sabores especiais de frutas e especiarias que resultaram em uma linha criativa e autêntica. Os líquidos foram criados pela mestre cervejeira Daniela Dezordi com a colaboração de Felipe Bronze, um dos principais chefs do Brasil, e reconhecidamente especialista em sabores da nossa terra.

A dupla viajou por algumas das principais cervejarias do mundo e diferentes regiões do Brasil testando sabores e combinações inusitadas. Daniela Dezordi apresentou ao chef o universo cervejeiro ao mesmo tempo em que Bronze emprestou seu conhecimento gastronômico para, juntos, criarem os novas cervejas que receberam nomes que traduzem a proposta da linha: brasilidade, criatividade e sabores brasileiros.

11072004_782304745193580_7536866575548407928_n (1)

Artista plástica Mônica Torres é conhecida por retratar a cultura e o povo nordestino através de sua arte Naif

Além disso, artistas locais foram convidados para criar a arte dos rótulos das cervejas. Em Maceió, a escolhida foi a artista plástica Mônica Torres, conhecida por retratar a cultura e o povo nordestino através de sua arte Naif. Segundo a artista, ela foi encontrada através das redes sociais. “Eles me encontraram no Facebook na minha página da galeria. Quando me telefonaram até achei que fosse alguma brincadeira. Segundo ele, outros dois artistas daqui também haviam sido convidados. Fiz quatro telas e acabei sendo a artista selecionada. Dessas quatro, eles escolheram a que foi para o rótulo”, contou Mônica.  

Bela-Rosa

Além da pimenta rosa, seu sabor traz a refrescância dos aromas cítricos da laranja e do limão e herbais, além de um leve toque de coentro

BELA ROSA

Tradicional cerveja de trigo belga, de cor clara e aparência turva, a witbier Bela Rosa traz uma pitada de brasilidade, a pimenta rosa. Seu sabor traz a refrescância dos aromas cítricos da laranja e do limão e herbais, além de um leve toque de coentro. É uma deliciosa e refrescante combinação, de corpo médio e muito fácil de beber. A cerveja acompanha peixes, frutos do mar, saladas leves e frango, além de queijos suaves como brie e camembert. A cerveja já conquistou os cervejeiros e em sua estreia oficial, no Mondial de La Bièrre organizado no fim do ano no Rio de Janeiro, a cerveja ficou em 2° lugar no MBeer Contest Public, concurso em que o público elege a melhor cerveja do evento.

 

DICA DA BLOGUEIRA: Tanto a Bela Rosa quanto os outros lançamentos estão sendo comercializados para todo Brasil através do Empório da Cerveja (www.emporiodacerveja.com.br)

Tags:,

>Link